Prefeito Guti durante live
Reprodução/Facebook
Prefeito afirmou que pretende abrir a economia,mas que pode retomar isolamento social se os hospitais ficarem críticos

O prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) anunciou que a cidade deve iniciar a retomada da economia, com abertura de empresas não essenciais de forma gradativa, a partir do dia 8 de junho. O anúncio foi feito durante uma transmissão ao vivo na noite desta sexta-feira (29) ao lado do secretário de Saúde, José Mário Clemente.

Guti não deu muitos detalhes de como será essa operação e nem as empresas que terão prioridade, mas deve seguir o esquema de liberação proposto pelo governo de São Paulo no anúncio da ‘retomada inteligente’ paulista, feito na quarta-feira (27) que estabelece a abertura de academias, shoppings, comércio de rua, escritórios, concessionárias e imobiliárias desde que com a devida precaução com relação à Covid-19 e sua forma de transmissão.

O prefeito deixou para apresentar o plano de retomada completo na segunda-feira (1º), mas adiantou como deve ser a proposta: “Nossa intenção é, na segunda semana do mês de junho começar a retomada. A reabertura será faseada, vários setores [poderão reabrir], a cada dois três dias a gente vai liberando outros setores. A nossa idéia é fazer horários diferenciados” de funcionamento do comércio para evitar o acúmulo com os trabalhadores da indústria nos serviços públicos como o transporte, explicou o prefeito.

UTIs

O prefeito, todavia, disse que a abertura depende de como estará o índice de ocupação de leitos na cidade. Na quinta (28), Guti comemorou a parceria com o governo federal que deverá trazer para a cidade mais 20 leitos de alta complexidade e aproveitou para alfinetar a postura do governo de São Paulo que, de acordo com ele, nem mesmo respondeu às solicitações da cidade “feitas há algum tempo”.

O chefe do Executivo lembrou que esse apoio federal é muito importante para ajudar a baixar as taxas de ocupação, sobretudo nas alas de UTI (alta complexidade), mas sabe que precisará do apoio do governador João Doria (PSDB) para alcançar as metas e reiniciar a flexibilização restritiva do comércio não essencial. Guarulhos está no limite do colapso hospitalar. Nesta semana as UTI tiveram de operar acima da capacidade por alguns dias. No boletim epidemiológico divulgado na noite de sexta, 92,41% das vagas de UTI (alta complexidade) e 76% dos leitos de enfermaria (baixa e média complexidade) estavam ocupados.

 Quarentena

Guti foi muito cauteloso ao falar da retomada da economia durante a live . O prefeito disse já ter um desenho de como será a flexibilização em Guarulhos e explicou que esse modelo está sendo validado com cada um dos setores envolvidos nesse processo. Ele alertou que pode recuar da decisão de flexibilização se após a abertura de empresas a cidade voltar a apresentar índices críticos de contágio e ocupação de leitos. De antemão o prefeito disse que estaria renovando o decreto que estabeleceu a quarentena até 30 de junho – o anterior venceu na data de seu pronunciamento.

    Veja Também

      Mostrar mais