Leitos de UTI
DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Taxa de ocupação de leitos municipais para Covid-19 é de 72%

Em 1º de junho Guarulhos tinha 293 mortos por danos provocados pelo novo coronavírus . Na noite desta terça-feira (16) o boletim epidemiológico divulgado diariamente pela Secretaria de Saúde apresentou o registro de 418 óbitos, ou seja, as mortes na cidade aumentaram em 42,66% em 15 dias. Os casos de contágios cresceram ainda mais: no primeiro dia do mês eram 3.056 contra 4.877 na última divulgação da Saúde, o que significa crescimento de 59,5%.

Houve, segundo a prefeitura, 13 óbitos confirmados na terça-feira, sendo que dois ocorreram em abril, sete em maio e quatro em junho. Outros 81 estão sendo investigados. Entre as vítimas há oito mulheres com idades entre 41 e 94 anos e cinco homens entre 56 e 68 anos. Todas as três pessoas que tinham abaixo de 60 anos apresentaram alguma comorbidade , como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras.

No hospital de campanha do Centro de Combate ao Coronavírus de Guarulhos (3C-Gru) 50 pessoas com suspeita ou confirmação da doença estão internadas , sendo 15 em UTI, 32 em leitos clínicos e três em observação. Além disso, foram registrados dois óbitos, duas transferências e cinco altas no local, onde já foram salvas mais de 200 vidas desde que o hospital de campanha entrou em funcionamento, em 7 de abril.

As taxas de ocupação dos leitos municipais para Covid-19 registraram leve queda. Os de UTI foram de 73,13% na segunda-feira (15) para 72%, e os clínicos baixaram de 75,7% para 73% nesta terça-feira. No entanto, mesmo com leitos disponíveis, o que possibilitou a retomada econômica de forma responsável na cidade, a prefeitura de Guarulhos faz um apelo para que a população só saia de casa se for extremamente necessário, já que o vírus ainda circula no município e o isolamento social continua sendo a principal forma de proteção contra a doença.

    Veja Também

      Mostrar mais