Hospital de Campanha
Divulgação/Prefeitura de Guarulhos
Somente no hospital de campanha já foram realizados mais de 37 mil atendimentos, entre consultas, exames, internações e triagem de casos suspeitos

Desde o início da pandemia do novo coronavírus até o momento, os hospitais municipais de Guarulhos já atenderam mais de 39 mil pessoas com quadro de síndrome respiratória . Por conta do protocolo de enfrentamento da doença implantado na cidade, todos os casos foram tratados como suspeitos para covid-19 , seguindo fluxo diferenciado dos demais pacientes para evitar a contaminação .

Um exemplo disso foi o anexo construído no Hospital Municipal de Urgências (HMU) para receber exclusivamente pacientes sem sintomas de coronavírus com entrada separada pela rua Anselmo Fornasaro, s/nº, ao lado do HMU . Nos demais hospitais, o fluxo de assistência aos casos de covid-19 foi implantado com adequações internas de seus ambientes.

Além de estabelecer um plano de contingência para o atendimento de pessoas com síndrome respiratória, Guarulhos construiu hospital de campanha dentro do Centro de Combate ao Coronavírus (3CGRU) para o tratamento dos pacientes mais críticos com covid-19.

Somente neste complexo já foram realizados mais de 37 mil atendimentos, entre consultas, exames, internações e triagem de casos suspeitos. Apesar de receber pacientes com maior nível de complexidade do novo coronavírus, o hospital de campanha acumula resultados positivos desde sua implantação.

Em pouco mais de quatro meses foram mais de 560 altas hospitalares, 15.931 pessoas atendidas no sistema drive thru, 10. 418 consultas médicas ambulatoriais, 10.400 acolhimentos pela equipe de enfermagem e mais de 89 mil exames realizados, entre coletas laboratoriais, raio-X e eletrocardiogramas. Localizado no Parque Cecap, o Hospital de Campanha do Centro de Combate ao Coronavírus conta com um total de 80 leitos, sendo 24 de UTI.

    Veja Também

      Mostrar mais