Motoristas formam filas em busca de atendimento no drive thru do hospital de campanha da prefeitura.
Márcio Lino/Prefeitura de Guarulhos
Motoristas com sintomas da Covid-19 fazem fila para atendimento no drive thru do hospital de campanha da prefeitura montado no Parque Cecap

Dados divulgados no Boletim de Vigilância Epidemiológica de sábado (16) pela Secretaria Municipal da Saúde apontam que os casos de Covid-19 dobraram em Guarulhos nos últimos 15 dias. De acordo com o registro, em 2 de maio a cidade registrava 620 casos da doença provocada pelo novo coronavírus . Esse número subiu para 1.304 no levantamento divulgado no sábado. Os casos de mortes também duplicaram: eram 81 no início do mês e no último boletim foram confirmados 164 óbitos. 

Guarulhos, a exemplo de outras cidades brasileiras, não tem feito testagem em massa para identificação e planejamento de ações de controle da doença. Apesar dos números alarmantes do ponto de vista da saúde pública, a suspeita é de que a doença esteja subnotificada, ou seja, os números registrados estejam abaixo do que foi apurado no último levantamento.

Em relação ao boletim emitido na sexta-feira (15) mais uma pessoa morreu — trata-se de uma mulher de 37 anos. Neste último informativo, a cidade tinha 2.055 casos suspeitos de infecçao por Covid-19 em investigação e 2.506 já descartados. Além das 164 mortes confirmadas, outras 105 seguem em investigação, o que pode elevar o número para mais de 250 em poucos dias. Dos 352 óbitos suspeitos em decorrência do coronavírus em Guarulhos desde o início da pandemia, somente 83 foram descartados, já que ocorreram por outros motivos.

O hospital de campanha da cidade, instalado no Parque Cecap (chamado oficialmente de 3C-GRU -Centro de Combate ao Coronavírus de Guarulhos) tinha até sábado 37 pessoas internadas, sendo dez em leitos de UTI, além de outras três em observação. Houve um óbito – um homem de 58 anos – e nenhuma alta. Segundo a Secretaria de Saúde, “apesar destes números, o hospital de campanha mantém taxa superior a 82% de pacientes que foram tratados e curados”.

Os dados sobre a taxa de ocupação dos leitos destinados à Covid-19 eram os mesmos de sexta-feira, já que não há atualização nos finais de semana. Em Guarulhos, nos hospitais municipais a ocupação da UTIs é de 57,69% e a de leitos clínicos para tratamento da doença é de 66,67%. Já os hospitais estaduais permanecem todos sem vagas para receber pacientes de Covid-19 no momento. A média de ocupação de leitos na cidade segue em 83,33%.

    Veja Também

      Mostrar mais