Doação; Banco de sangue; Guarulhos
Divulgação/Prefeitura de Guarulhos
Número de doadores de sangue caiu perigosamente nas últimas semanas, o que mantém alerta máximo nos três hemocentros da cidade


Hospitais de Guarulhos continuam mobilizados para receber pessoas dispostas a doar sangue e salvar vidas. A campanha Desafio do Sangue Solidário, encerrada no último dia 23, conseguiu 541 doadores, superando as expectativas iniciais de 300. A iniciativa foi da prefeitura e forças de segurança da cidade. Embora importante, esse volume dura apenas uma semana, sobretudo nesse período de muita demanda e poucas doações – por causa do isolamento social necessário à interrupção do ciclo de contágio da Covid-19 e pelo receio do doador sobre o processo de coleta nos hemocentros.

Um dos atingidos duramente pela falta de doadores é hemocentro do Hospital Geral de Guarulhos. Na semana passada o HGG publicou um apelo por novos doadores. “Com a pandemia do novo coronavírus, o número de doadores caiu 90% na unidade. Antes, o HGG recebia cerca de 40 por dia. Agora, a média diária é de 4 pessoas”, explica a Coordenadora do Posto de Coleta de Sangue do HGG, Cárlei Godinho, por meio da assessoria de imprensa.

Para se ter uma idéia da dificuldade de se fazer estoque do sangue e seus derivados, na semana anterior à campanha de doação somente 15 pessoas coletaram material para doar quando o ideal é manter aproximadamente 800 bolsas nos estoques. Por essa conta, o hemocentro do HGG conseguiu menos de 8% de sua necessidade, o que coloca em risco uma série de procedimentos médicos essenciais para salvar vidas.

Outra unidade consumidora dos derivados de sangue é o Hospital Municipal de Urgências. O HMU necessita, em média, de 130 bolsas mensais de concentrado de hemácias e seis de plasma. O hemocentro Stella Maris, que abastece o HMU, conseguiu ao todo 173 doações, segundo a Fundação Pró-Sangue. Além do HMU o material coletado precisa ser destinado a outras unidades de saúde da cidade, como a Associação Beneficente Jesus José Maria, o Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos e o próprio Hospital Stella Maris, o que sugere a qualquer desinteressado por matemática que os estoques são muito baixos.

Segurança

Para garantir a segurança de todos, os hemocentros reforçaram medidas preventivas e a doação é segura. Há a possibilidade de agendamento prévio e foi ampliado o distanciamento entre as cadeiras de coleta, além da atenção redobrada na triagem clínica dos doadores. “Medidas já existentes também foram reforçadas, como por exemplo, a triagem clínica com entrevista confidencial, medição da temperatura e avaliação de sintomas de gripe ou resfriados. Importante ressaltar que todo o processo de doação é rápido, levando em torno de 50 minutos”, explica Godinho.

DE acordo com ela, o sangue coletado é fracionado e examinado no hemocentro do Hospital São Paulo, referência da unidade. Feito esse processo, o sangue retorna para uso no próprio HGG.

Como doar

Para realizar a doação é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam apresentar autorização assinada pelo responsável e maiores de 60 anos já devem ter feito uma doação anterior), pesar no mínimo 50 kg, ter dormido pelo menos seis horas, estar alimentado e apresentar documento original com foto recente na hora da doação.

“Como medida de segurança extra por causa da pandemia, quem teve Covid-19 recentemente precisa esperar pelo menos 30 dias para doar, contados a partir do fim da doença. Quem teve contato com alguém com suspeita ou diagnóstico positivo da doença, ou exposto a algum risco, precisa esperar 14 dias”, finaliza Godinho.

Antes de finalizar essa reportagem com o ‘serviço’, abaixo, vale destacar as forças de segurança que participaram do Desafio Sangue Solidário: Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Força Aérea Brasileira (FAB), Exército Brasileiro, Polícia Militar (PM), Polícia Civil e Guarda Civil Municipal (GCM). Além desse grupo, estiveram no esforço as secretarias de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) e de Desenvolvimento Urbano (SDU), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Defesa Civil, além do Grupo Doe Sangue Guarulhos e da Igreja Adventista.

Serviço

Hemocentro do HGG

Endereço: Alameda dos Lírios, nº 300 | 1º andar | Parque Cecap, Guarulhos/SP

De segunda a sexta-feira, das 8h às 15h

Telefone: (11) 3466-1416

Hemocentro do Hospital Stella Maris

Rua Maria Cândida Pereira, 568 – Vila São João |Itapegica, Guarulhos

De segunda a sexta, das 8h às 16h

Telefone: (11) 2423 8551

Hemocentro São Lucas

Endereço: Rua Santo Antônio, 95  Centro | Guarulhos

De segunda a sexta-feira, das 8h às 16h

Telefone: (11) 3660 5972

    Veja Também

      Mostrar mais