coleta de lixo; Trail; Limpeza urbana
Divulgação/Prefeitura de Guarulhos
Sincoverg e Trail entraram em acordo para não prejudicar a população nesse momento de pandemia de Covid-19

A possibilidade de greve de coletores de resíduos foi afastada nesta sexta-feira (05). O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá (Sincoverg) e a Trail Infraestrutura entraram em acordo e adiaram a negociação sobre o reajuste salarial da categoria, com data-base em junho, em 90 dias.

Apesar do adiamento das discussões sobre as reivindicações da categoria, a data-base para as negociações foi mantida. Havia um impasse sobre qual mês deveria prevalecer para as discussões, se junho, como é atualmente, ou setembro, quando as negociações serão retomadas. “Outra conquista, é que a empresa garantiu que não irá faltar qualquer Equipamento de Proteção Individual (EPI)”, diz a entidade em nota da assessoria de imprensa. Segundo o sindicato a entrega desses EPIs não acontecia de acordo com as necessidades dos trabalhadores.

Na mesma nota, o sindicato assegura que “diante do negociado, a categoria não permanecerá em estado de greve e deve atuar normalmente nos próximos dias. E como sempre fizeram: prestar um serviço de qualidade e garantindo a saúde pública em nossa amada Guarulhos. Causar um caos neste momento nunca foi a intenção dos trabalhadores e trabalhadoras, o que eles queriam é que as suas vozes fossem ouvidas e os seus direitos garantidos”.

A reportagem não conseguiu contato com a Trail Infraestrutura e atualizará a informação tão logo consiga um posicionamento da empresa.

    Veja Também

      Mostrar mais