Hospital de campanha SP
DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Respiradores testados e calibrados no HC devem ajudar a baixar a taxa de ocupação de leitos e permitir a reabertura do comércio na cidade


A uma semana de iniciar o relaxamento da quarentena e reabrir gradualmente o comércio, Guarulhos segue com índices elevados de ocupação de leitos de UTI para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. No sábado (6) à noite a Secretaria de Saúde atualizou o boletim epidemiológico e a taxa de uso dos leitos de alta de complexidade ficou em perigosos 98,82%. Um dia antes estava ainda pior e bateu os 100%.

Na quinta (4), o governo do estado enviou para Guarulhos 15 respiradores para tentar baixar o estágio pré-colapso no atendimento a pacientes de Covid-19 na cidade. Os aparelhos, segundo o governo paulista, são testados no Hospital das Clínicas e chegam em condições de uso imediato . Além deles, o prefeito Gustavo Henric Costa, Guti, anunciou no final de maio o repasse de cerca de R$ 22.2 milhões do governo federal para aquisição de novos leitos de UTI e manifestou disposição de contratar acomodações de hospitais da rede privada para encaminhar pacientes graves em caso de falta de leitos na rede SUS.

Apesar de toda essa movimentação, Guarulhos não colocou em uso os novos aparelhos e nem lançou mão da rede hospitalar particular para baixar os índices e tranqüilizar as autoridades em saúde e a população. Para a próxima semana, a prefeitura informa que esse quadro vai mudar: haverá, de acordo com a Saúde “até 30 novos leitos de UTI para pacientes adultos com Covid-19. Dez novos serão entregues no [hospital de campanha do] Centro de Combate ao Coronavírus, o 3C-Gru”, localizado no Parque Cecap – que completa dois meses neste domingo (7).

Também para a semana que entra, “o local contará com 20 leitos de UTI, além de quatro de alta complexidade na sala vermelha. Também estarão à disposição do Município mais de 20 [leitos] locados de hospitais particulares da cidade. Com estas ações, a ocupação que chegou a 100% deve cair para índices abaixo dos 80%”, calcula a Saúde.

Mortes

Indiferente a essas ações o coronavírus se espalha na cidade. O boletim epidemiológico do sábado informa que Guarulhos tem 3.749 casos de Covid-19 confirmados, além de 312 óbitos em decorrência da doença desde o início da pandemia. Há ainda 91 mortes em investigação, cuja causa pode ser devido à infecção pelo coronavírus. Os dez óbitos confirmados neste sábado se referem a seis homens com idades entre 39 e 89 anos e quatro mulheres com 45 a 89 anos. 

A prefeitura informa ainda que todas as pessoas que apresentarem febre, tosse, falta de ar e dor de garganta, além de perda de olfato e paladar, devem se dirigir ao hospital de campanha do Cecap, das 7h às 19h. Além disso, diz a nota da Saúde, em Guarulhos há uma central telefônica para indicações médicas e psicológicas sobre a crise do coronavírus. O número é 2475-8661, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

    Veja Também

      Mostrar mais