Viaturas do Corpo de Bombeiros durantes ação de combate ás chamas
Divulgação/Corpo de Bombeiros
Corpo de Bombeiros precisou de 24 viaturas e mais de 60 homens para controlar incêndio na empresa de produtos químicos Petrocar, em Cumbica


A empresa de produtos químicos que sofreu incêndio no início da tarde de ontem está com situação regularizada na Prefeitura de Guarulhos , informou a Secretaria de Desenvolvimentos Urbanos ( SDU ), órgão responsável pela emissão de licenças , alvarás e fazer a fiscalização de estabelecimentos . De acordo com a nota da assessoria de imprensa da prefeitura, a pandemia de Covid-19 atrasou o andamento da licença, mas a empresa está dentro dos prazos e com processo de regularização iniciado, inclusive laudo emitido pelo Corpo de Bombeiros .

“A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) informa que a Petrocar não tem problemas de irregularidades. Estava em processo de renovação da licença de funcionamento, mas, em decorrência da pandemia, o trâmite foi temporariamente suspenso. Além disso, a SDU informa que o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros ( AVCB ) da empresa está válido”, explicou o comunicado.

Incêndio

Por volta de meio-dia de segunda-feira (29), um galpão da empresa Petrocar Produtos Automotivos , à rua Oliveira Ramos, 600, começou apegar fogo e rapidamente as chamas tomaram conta dos 800 metros quadrados da área. O incêndio foi seguido de explosões e lançou uma extensa coluna de fumaça no ar e, além dos produtos estocados no galpão, queimou um veículo estacionado ao lado da empresa. O fogaréu mobilizou mais de 60 homens e 24 viaturas de apoio e da Brigada de Incêndio do Corpo de Bombeiros , além da Polícia Militar , Defesa Civil de Guarulhos , Sabesp e Cetesb , encarregada de monitorar possível vazamento de substâncias tóxicas .

LEIA TAMBÉM:

Incêndio em indústria química destrói quarteirão em Guarulhos

Incêndio em sobrado de Cumbica que matou aposentado foi criminoso

Uma das preocupações dos bombeiros durante a ação foi evitar que as chamas se propagassem e atingissem a Comunidade do Tiago , instalada ao lado da Petrocar. Os brigadistas fizeram resfriamento das casas e os moradores retiraram móveis, documentos e objetos temendo perdas. Em seguida a área foi evacuada por precaução. “Nenhuma das 20 moradias foi atingida por conta da ação estratégica dos bombeiros”, informou a Defesa Civil. A equipe conseguiu controlar as chamas por volta das 15 horas.

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social também participou das ações na Comunidade do Tiago com equipe do Centro de Referência da Assistência Social ( Cras ), mas não foi necessária a oferta de serviços socioassistenciais.

    Veja Também

      Mostrar mais