André Luiz Serafim se recupera da covid-19
Divulgação/Prefeitura de Guarulhos
Disponibilidade de leitos para tratamento é essencial para que mais pessoas como Andrè Serafim se recuperem dos sintomas do coronavírus

O empresário André Luiz Serafim , de 40 anos, é um sobrevivente. Depois de se despedir da família e passar 2 dias internado, ele se recuperou da doença provocada pelo novo coronavírus e já está em casa. Serafim não acreditava na gravidade da covid-19 . Passou a crer que a coisa era séria quando foi transferido do Pronto Atendimento Maria Dirce para o hospital de campanha do Centro de Combate ao Coronavírus (3C-GRU), equipamento especializado na doença.

“Fui muito bem tratado tanto no PA Maria Dirce quanto no Hospital de Campanha. Se não tivessem me dado os remédios de ponta no 3C-GRU eu não teria sobrevivido, porque meu pulmão já estava com 70% de comprometimento e saí de lá sem nenhuma mancha ou sequela no órgão. Briguei pra caramba para viver. Falava que se eu tivesse alta, voltaria ao local para dar presente para todo mundo. Fiz isso na semana passada e foi muito bonito, uma festa. A equipe toda me reconheceu e ficou muito emocionada. O trabalho deles é excepcional”, conta.

Diabético e com excesso de peso, Serafim disse que um dos sintomas , a febre , começou no sábado, 9 de maio. Tomou remédio em casa, mas o estado febril persistiu. Na quarta-feira, dia 13, ainda pela manhã, o empresário já não conseguia mais respirar direito , faltava o ar e ele lembra que não tinha forças para tomar banho e nem sequer tirar a camisa. Foi levado para o PA Maria Dirce pela esposa, sendo transferido na sequência para o Hospital de Campanha, de onde teve alta no dia 4 de junho.

Recuperação

Do tempo que permaneceu no hospital de campanha, onde era chamado de Brutus por causa do seu porte físico de 163 quilos e pela barba, Serafim lembra várias coisas, principalmente do dia em que foi intubado. “Minha saturação estava 80 e aí me disseram que tinham de me intubar senão iria morrer. Lembro-me que disse ao médico para me trazer de volta e ele falou para eu ficar em paz, porque estavam tendo muito sucesso no tratamento e iam cuidar de mim. E de fato a assistência que recebi, juntamente com as orações, foi decisiva”, explica.

Hoje com 123 quilos, Serafim ainda se sente um pouco debilitado e fraco pela perda de massa muscular , mas já teve alta da fisioterapia e voltou a andar depois de 14 dias e a trabalhar nesta semana. Por conta do longo período de internação teve um abscesso e passou por uma cirurgia depois que teve alta do 3C-GRU. No entanto, ainda conta com os cuidados dos profissionais do hospital de campanha que, segundo ele, ligam toda semana para saber se está bem, além de ter recebido duas visitas médicas da equipe em casa.

O empresário, que chegou a se despedir da esposa e dos dois filhos quando foi internado no 3C-GRU e pensou que tinha perdido toda a família para a Covid-19 quando foi extubado, pela falta de contato, hoje só tem elogios para a equipe médica do local. “Tenho um respeito enorme por todos que estão ali correndo risco e atendendo os pacientes com muita atenção e carinho”, diz. Ao ser questionado que mensagem deixaria para as demais pessoas que passam pela mesma situação, ele fala categoricamente: “Não desistam”.

    Veja Também

      Mostrar mais