A Prefeitura de Guarulhos , por meio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Secretaria de Serviços Públicos, realizou nesta quinta-feira (16) a triagem de milhares de produtos que foram apreendidos nas operações de fiscalização feitas em fábricas, estabelecimentos e nas ruas contra o uso e comercialização de cortantes como cerol e linha chilena . Os materiais foram separados para que os recicláveis fossem encaminhados às cooperativas de catadores e os demais descartados. Cerca de 500 carretéis de linha chilena foram destruídos na ação.

Entre os materiais apreendidos estão carretéis de linha, carretilhas , sacos de vidro moído, tubos de cola, cortante e maquinário para enrolar linha e passar cola, entre outros itens.
Desde maio, quando teve início a Operação Vem Buscar , os agentes da GCM têm orientado a população sobre os riscos do uso de cortantes para empinar pipas . O objetivo é acabar com o uso de materiais perigosos e proibidos, que podem causar ferimentos graves e até a morte, principalmente em motociclistas e ciclistas, assim como animais e pássaros.

Prejuízos

A utilização de cortantes também afeta as redes de distribuição elétrica, com rompimentos de fios e cabos de alta tensão. Segundo a EDP, responsável pela distribuição de energia em Guarulhos, houve um aumento expressivo de ocorrências relacionadas a pipas na rede elétrica durante os meses de março a junho, período que coincide com a recomendação das autoridades para o isolamento social e suspensão das aulas escolares como prevenção ao contágio pela Covid-19 .

Para dar uma ideia da situação, a empresa informou que houve um aumento de 140% na quantidade de ocorrências na cidade na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.243 casos atendidos pelas equipes da EDP em 2020 contra 516 em 2019. Com isso, o impacto à população também foi muito mais significativo, já que mais de 162 mil clientes (casas, comércios/indústrias) tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido.
Serviço
Para evitar problemas, a GCM faz monitoramento constante nos bairros por meio de patrulhamento diário e atendimento a denúncias.
A Central de Atendimento da Guarda Civil Municipal recebe chamados 24 horas, todos os dias da semana, pelos números 153 e 2475-9444.

    Veja Também

      Mostrar mais