Cédulas, notas, dinheiro
Divulgação/EBC
Prefeitura estima perda de R$ 600 milhões em arrecadação de impostos, o que deve reduzir orçamento municipal de R$ 4 bilhões para R$ 3,4 bi

O prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) prevê uma queda de arrecadação de impostos da ordem de R$ 600 milhões devido aos impactos do novo coronavírus e a obrigatoriedade de impor quarentena ao comércio e serviços não essenciais a partir de março. A previsão foi tornada pública em transmissão ao vivo feita na tarde deste domingo (19) e os prejuízos econômicos são R$ 20 milhões maiores que o rombo previsto em junho .

Segundo Guti , a economia está toda interligada e quando os setores são afetados, como agora, durante a pandemia , há fechamento de comércios , desemprego , menos pessoas comprando e vendendo e,por isso, menos pagamento de impostos.

“É uma cadeia econômica que é afetada. A partir do momento que as empresas vendem menos, por questão óbvia da pandemia, elas acabam faturando menos. Faturando menos acabam pagando menos imposto. Pagando menos imposto é menos dinheiro circulando na nossa economia e isso é um efeito cascata bem grande que impacta diretamente os trabalhadores e também chega a prefeitura ”, disse Guti.

LEIA TAMBÉM:

Guti estima que arrecadação deverá sofrer queda de R$ 580 milhões

O prefeito lembrou que a previsão inicial do orçamento municipal era de R$ 4 bilhões, mas que a projeção passou a ser de R$ 3,4 bi após a queda econômica provocada pela pandemia de covid-19 .   

    Veja Também

      Mostrar mais