Escola de Guarulhos, volta às aulas
Divulgação/Prefeitura de São Paulo
Volta ás aulas em Guarulhos ainda não tem data certa e vai depender do avanço da doença, disse o prefeito Guti

Em consulta pública proposta pela Secretaria de Educação de Guarulhos , mais de 85% dos cerca de 20 mil participantes se disseram contra o retorno das aulas neste momento. Os números da enquete foram divulgados pelo prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) na transmissão ao vivo deste sábado (25).

Um dia antes, também por meio de live , o prefeito havia anunciado a prorrogação do decreto 36.977, que trata da retomada das aulas em escolas municipais, para 31 de agosto, ou seja, até lá a prefeitura vai monitorar os dados sobre o avanço do novo coronavírus na cidade a fim de decidir o retorno.

Em sua fala mais recente, Guti afirmou que “a cada momento que a gente vai identificando os problemas, a gente vai prorrogando ou não a validade do nosso decreto. Se as coisas melhorarem absurdamente aí a gente pode repensar para setembro uma retomada, mas este não é o caso neste momento”, avaliou.

Inicialmente Guarulhos tinha um plano de retomada da economia e das aulas diferente do Plano São Paulo , criado pelo governo do estado e seguia esse calendário. A Justiça, entretanto, vetou o descolamento e obrigou a cidade a seguir o planejamento estadual, o que também impediu a retomada das aulas na primeira semana de agosto, conforme planejado inicialmente pela prefeitura de Guarulhos .

Rede de ensino estadual

No estado a possibilidade de retorno em setembro também está sendo rediscutida. A previsão inicial do governo era 8 de setembro, mas muitas regiões ainda não alcançaram os índices necessários para a volta. Embora a data tenha sido mantida pelo governador de São Paulo , João Doria (PSDB), na sexta (24), o estado precisa de uma maior uniformidade no que diz respeito à contenção dos contágios , ocupação de leitos de UTI e mortes por covid-19 .

LEIA TAMBÉM:

Professores da rede estadual são contra retorno em setembro e falam em greve

Bosque Maia e parques municipais podem reabrir em agosto

Na fase amarela, Faculdades de Guarulhos podem retornar às aulas em duas semanas

De acordo com a última atualização do Plano São Paulo, o combate à doença no estado teve avanços importantes nesse último levantamento, divulgado na sexta. A maioria das regiões paulistas passou à fase laranja, parte já está na fase amarela, como Guarulhos e seu entorno na Grande São Paulo, mas regiões ao norte ainda passam por momentos críticos e não saíram da fase vermelha. Sem a uniformidade nesses critérios os alunos ficariam prejudicados. De acordo com o governo estadual, para a retomada das aulas é preciso garantir 35% de ocupação das instituições e ter todas as regiões na fase Amarela do Plano SP de reabertura por ao menos 28 dias.

    Veja Também

      Mostrar mais