Mapa do Plano são Paulo
Divulgação/Governo de São Paulo
Número de mortes e novos contágios podem ter impedido Guarulhos de avançar de fase na classificação do Plano São Paulo


Guarulhos não poderá abrir bares e restaurantes , segundo os critérios do Plano São Paulo de retomada da economia . O anúncio foi feito nesta sexta-feira (26) pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes . Com isso, Guarulhos e as cidades da Região Metropolitana alocadas na s ub-região Leste do Alto Tietê , como Arujá, Biritiba-Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano, permanecem na fase laranja. Em seu pronunciamento, o governador anunciou ainda a extensão da  quarentena  até 14 de julho, quando uma nova avaliação da situação dos municípios  em relação à Covid-19  deverá ser feita.

A capital paulista, sub-regiões do ABC e de Taboão da Serra, diferentemente do bloco do Alto Tietê, avançaram à fase amarela , o que permite atendimento presencial restrito em bares, restaurantes e salões de beleza. Apesar do aval do governo do estado para o avanço à fase amarela em parte da Região Metropolitana de São Paulo, a recomendação é para que as prefeituras só liberem o atendimento presencial em salões de beleza e barbearias, bares e restaurantes a partir do dia 6 de julho. O Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, já adiantou que vai seguir a orientação de médicos e especialistas do Centro de Contingência do coronavírus .

Divergências

A maioria das cidades que compõe o bloco do Alto Tietê, como é o caso de Guarulhos, estariam enquadradas em alguns dos critérios de reabertura da economia e poderiam passar para a fase amarela do plano não fosse os crescentes números de contágios e de mortes. Para se ter uma idéia, na quarta-feira (24), Guarulhos registrou 1.081 novos casos de Covid-19 e, na quinta, 28 mortes, o que daria mais de uma morte a cada 60 minutos nas últimas 24 horas. A mortalidade ou letalidade da doença também é alta, segundo o governo de São Paulo: fica em torno de 11,3%. A prefeitura contesta e garante que o índice de mortes é menor, perto de 7%.

LEIA TAMBÉM

Guarulhos tem um morto a cada 60 minutos nas últimas 24 horas

Guti acena com a antecipação de outros setores do comércio

Região de comércio do Centro tem aglomeração na reabertura das lojas

De acordo com o decreto municipal 36.925/2020 , do último dia 10, bares, restaurantes, lanchonetes, casa do norte e assemelhados têm previsão de abertura a partir de 6 de julho. Guarulhos iniciou a retomada gradual da economia em 12 de junho com a reabertura de vários setores da economia vetados pelo Plano São Paulo. À época, Guarulhos estava na fase vermelha do plano e, a despeito dos vetos impostos pelo governador paulista, o prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) decidiu abrir os setores previstos no decreto municipal e ainda antecipar setores das fases 2 e 3, como shoppings e cabeleireiros.

    Veja Também

      Mostrar mais