Novos leitos do HMU
Prefeitura de Guarulhos/Fabio Nunes Teixeira
Os 12 novos leitos de UTI do HMU agora estão computado no sistema Cross

O prefeito Gustavo Henric Costa (PSD) admitiu ter crescido a ocupação de leitos de UTI nos hospitais municipais de Guarulhos . A declaração foi dada durante transmissão ao vivo na noite desta sexta-feira (26) em que o prefeito atualizou os dados do coronavírus na cidade e aproveitou para questionar a metodologia do Plano São Paulo , que impediu o avanço da cidade para a fase 3 (amarela) na qual é permitida a abertura de novos setores da economia , como bares, lanchonetes e restaurantes. Guti admitiu ainda que o percentual de ocupação de leitos só ficou estabilizado perto de 70% porque houve acréscimo de 12 respiradores no Hospital Municipal de Urgência ( HMU ) , ou seja, as UTIs adicionadas compensaram o aumento no número de pacientes graves nos hospitais municipais e tornaram o aumento invisível nos boletins epidemiológicos.

“Ainda temos um conforto numérico, mas já estamos contando com os 12 leitos novos do HMU, na prática significa dizer que esse número [de pacientes graves] está aumentando”, disse o prefeito sem entrar em detalhes. Há uma semana, também por meio de live, o prefeito anunciou uma nova ala no HMU para tratamento de pacientes com outras enfermidades não relacionadas à Covid-19 . Na ocasião Guti também anunciou a alocação de 12 novos leitos de alta complexidade para o hospital. Esses respiradores, porém, acabaram não compondo o cálculo percentual sobre ocupação de leitos, segundo a Secretaria de Saúde , por não terem entrado no sistema Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviço de Saúde), ou seja, os leitos não estavam oficialmente disponibilizados.

LEIA TAMBÉM:

Plano São Paulo impede a reabertura de bares e restaurantes em Guarulhos

Guarulhos tem um morto a cada 60 minutos nas últimas 24 horas

HMU recebe 12 UTIs para Covid-19 e abre nova ala a outras enfermidades

Cômputo

A reportagem do iG insistiu em obter a informação sobre o cômuto desses leitos com a Secretaria da Saúde de Guarulhos e enviou e-mails nos dias 20 e 24 questionando a disponibilidade dessas 12 UTIs e a inclusão delas no cálculo da taxa de ocupação divulgados pela prefeitura nos boletins epidemiológicos diários. No dia 24, a Saúde informou, por meio da assessoria de imprensa, que "quanto aos 12 novos leitos de UTI que foram implantados no HMU, eles estão período de configuração no sistema oficial (Cross), cuja solicitação já foi feita e está em andamento, o que demora alguns dias. Em breve serão contabilizados no relatório oficial".

Naquele mesmo dia a Saúde informava taxa de ocupação dos leitos para pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19 em 70,8% na UTI e 66% na enfermaria . O que chamou a atenção nessa data foram os novos contágios, passando de mil em 24 horas . Na quinta-feira (25), a taxa de ocupação de leitos municipais de UTI ficou em 69,5% e a de leitos clínicos em 55,5%. O fato mais impressionante nesse dia o foi o de número de mortos em 24 horas: 28 . O número mais recente é o de sexta.  Foram 7.629 casos e 558 mortes confirmadas por coronavírus (Covid-19) com taxa de letalidade  em 7,3%. O município apresentou taxa de ocupação de leitos para pacientes com Covid-19 em 69,2%. Já os leitos de enfermaria baixaram de 63% para 55%.

    Veja Também

      Mostrar mais